Resposta da banda às acusações do ex baterista Wesley Nascimento e esclarecimento dos fatos.

Vídeos com depoimentos do três integrantes e fatos em ordem cronológica abaixo:

Data 02 de Agosto de 2019

A aproximação de Wesley em mensagem para Luiz Fernando: foi sempre parecida em todas as vezes, algumas ele se ofereceu diretamente e outras ele tentava parecer mais discreto como essa última. Aos nosso ver, todas as vezes que ele voltou era porque estava precisando de dinheiro "fácil" e porque estava desempregado. Depois que ficou sabendo do pedido de desculpas, o Bruno intercedeu pedindo mais uma chance ao Wesley.

Data 22 de Abril de 2020

Após outras cobranças que já haviam sido mal recebidas e houveram desentendimentos, na primeira reunião onde houve desrespeito mais severo por parte do Wesley conosco, dias depois ele entrou em contato para pedir desculpas e fez juramento de que se pudesse voltar atrás não faria isso de novo com a banda. A justificativa de Wesley que "não estava gostando do tratamento" foi dada pelo aumento da pressão para que ele entregasse o que era combinado e se empenhasse mais pela banda. Era isso que o incomodava, ser cobrado, mesmo que não estivesse sendo feita a sua parte.

Quem não faz algo por mal, não reage tão mal quando cobrado. A questão é que ele sempre agiu assim conosco e com outras pessoas conforme áudio abaixo de uma pessoa muito próxima a ele e que nos disse sobre a sua maneira de agir. Essa mesma pessoa nos contou acerca do não cumprimento da obrigação do Wesley com seus filhos em questão de proventos. Caso ele persista com a difamação, iremos demonstrar que a "fúria" do Wesley não é pela questão de justiça, mas estamos evitando trazer mais detalhes à tona.

WhatsApp Audio 2020-07-18 at 16.47.17.mpArtist Name
00:00 / 00:58

Data 05 e 06 de Maio de 2020

As desculpas foram aceitas, mas o Wesley voltou a fazer novamente a mesma coisa, combinava conosco as coisas e não entregava. Justo no momento que mais precisávamos, devido à Pandemia os shows estavam sendo todos cancelados e a única fonte de renda da banda é a Lojinha. Só que para pedirmos que as pessoas comprem na lojinha, temos consciência de que a banda precisa oferecer material nas redes sociais. E é aí que ficávamos sempre "empacados" esperando a boa vontade do Wesley e onde todos se sentiam desconfortáveis e incomodados, quando havia cobrança, ele reagia mal, não importava se o tom era ameno ou brusco. Para ele, se não interessa se empenhar antes, imaginem sem que a banda rendesse dinheiro. Numa determinada oportunidade, tentamos falar pra ele que fizemos tudo por ele, compra de pratos, levamos ao Rock in Rio entre outras coisas ele nos respondeu: "Se for pra tacar na cara não precisava ter feito, não pedi nada". Foi como um soco na cara tamanha a falta de consideração.

Convocamos uma reunião pra conversar a respeito do que ele havia prometido e não cumprido naquela semana e falar da nossa insatisfação. Obviamente ele não gostou, começou a levar a coisa pro lado pessoal e ao contrário do que ele diz, houveram SIM xingamentos da parte dele que em seguida desligou a vídeo-chamada na nossa cara de novo.

Ficamos os três parados atônitos e o Luiz perguntou, "e aí, o que fazemos?", o Bruno respondeu prontamente: "Não tem jeito, ele não vai parar de fazer isso", "Não vai mudar" e o Alexis: "Bom, estou com vocês!", e a decisão foi tomada, pelos 3, não só por uma pessoa como afirma ele. 

Wesley não respondeu mais e aguardamos por 1 mês. Tendo em vista que a turnê da Europa ainda não havia sido cancelada e a possibilidade de termos que cumprir com os compromissos, fomos pedir que ele respondesse e nos posicionasse sobre os compromissos que ele disse que faria até o fim das datas marcadas enquanto ainda estava na banda. Foi onde ele começou a responder que não iria fazer mais nada pois ele não saiu da banda, "saíram com ele". Que não tinha contrato, nem carteira assinada e que não poderia ficar a disposição da banda pois tinha que procurar um emprego. Ignorando completamente sua palavra conosco.

Obviamente nós não nos conformamos com essa resposta, pois não era esse o acordo e insistimos com ele enquanto o tom das respostas do Wesley ia aumentando. Até que decidimos depois de alguns dias conversar com a mãe dele como última saída para convence-lo a cumprir. Algumas pessoas podem julgar isso de maneira errada, mas a realidade é que as famílias sempre estão envolvidas com a banda e não havia mais a quem recorrer antes de entrar em litígio, ela foi muito prestativa e educada conosco, mas não conseguiu convence-lo.

Foi no dia 12 de JUNHO, portanto, a mais de UM MÊS atrás que ele apareceu com essa história de que tinham xingado ou ameaçado os filhos dele e que gerou um grande tumulto e mal estar nas famílias.

R$ 3.592,25 estão comprados em passagens aéreas, somente no nome dele e só dessa vez, sem contar as outras vezes, ao todo foram mais de 20 mil reais de prejuízo para banda.

Acima estão apenas alguns exemplos e trechos de passagens 

Data 15 de Julho de 2020

Claramente orientado por terceiros, Wesley tomou a decisão de iniciar com difamações contra nós na internet. É um método similar ao que já houve no passado: histería, dissimulação e terrosimo. Ainda que Wesley venha a apagar seus posts, tanto no Instagram quanto no Facebook, faz-se necessário registrar e documentar os fatos pois existe um grupo de pessoas que se organizam a anos e incitam esse tipo de situação. Nós conhecemos o Wesley, sabemos que ele ficou furioso por ter sido demitido da banda, mas isso é algo que ele nunca havia feito das outras vezes e nos leva a crer pelo método e palavras utilizadas que aderiu ou ao menos estava recebendo conselhos desse grupo.

Nós já temos material suficiente e além de quase uma dezena de processos estarem sendo movidos traremos a público sobre como agem essas pessoas dentro de um grupo e uma página conhecidas dos RHCP que tem tomado essa linha de ações e inclusive assumem explicitamente que o objetivo deles é "cancelar" ou destruir a nossa banda, daremos todos os nomes e motivações de cada um. É uma situação lamentável e chega a ser patético o exagero, a perseguição e os absurdos que essas pessoas se prestam a fazer, sendo que isso ocorre a vários anos. Como tudo tem o lado bom, essa situação servirá como a ponta de um nó que será desatado de uma vez por todas.

Voltando ao caso Wesley, o curioso na postagem dele foi o comentário de um Sr. no último print onde expõe uma atitude do Wesley contra o estabelecimento comercial do mesmo.

Nós destacamos algumas respostas ao post, mas sofremos diversos xingamentos também de pessoas que souberam apenas da sua versão. Para completar, o Wesley excluiu o Luiz Fernando e o Alexis, impossibilitando os dois de se defenderem no post. 

 

Uma pessoa ligada a nós entrou em contato  com o Wesley após sabermos das publicações para que fosse resolvido o imbróglio e ele simplesmente parou de responder como costumeiramente faz.

Fala-se muito em "ameaças", mas quem pratica claramente coação e ameaça não somos nós. Nessa conversa ele EXIGE ter suas coisas de volta e decide por contra própria deixar os pratos que foram comprados pra ajudar ele e que ele usou por meses, ganhou dinheiro com eles e agora os "deixa para trás sem o mesmo valor". Vale lembrar que em Março ele teve o dinheiro para pagar a parcela dos pratos e que não o fez. Esperava-se que ele tivesse boa vontade ao menos para dar uma satisfação, mas passaram os meses de Março, Abril e Maio e Wesley nunca sequer perguntou como o Luiz faria para pagar as parcelas ou deu qualquer notícia sobre o assunto. Ele sempre achou que fazíamos as coisas por ele como uma obrigação.  Nota-se que com ênfase ele fala sobre ter "suado" pra comprar aqueles equipamentos, mas não usa a mesma consideração conosco quando demonstramos nossos prejuízos.

Valor dos pratos: 6 parcelas de R$ 600,00 onde onde foram pagas apenas 3 por ele.

Data 16 e 17 de Julho de 2020

Tanto no dia 16, quanto 17 de Julho, um dia depois da publicação de Wesley no Facebook, foi feita uma nova tentativa por outra pessoa de que o mesmo resolvesse a situação da maneira correta e parasse de difamar. Ele tem sempre a mesma atitude, ou briga, ou desconversa e não responde mais.

Para quem possa pensar que só houve tentativa da nossa parte de "resolver" porque ele agiu dessa forma, difamando, veja o vídeo novamente e busque a cronologia dos fatos acima, foram quase três meses tentando conversar e ele se negava, com o argumento e de já que tinha sido demitido. Estamos desde Abril tentando resolver o problema com esse rapaz, mas ele se esquiva, se recusa e esbraveja ao invés de ter simplesmente cumprido com a sua palavra e evitado tudo isso. É lamentável que diante de tudo ainda nos acusa de ameaça, roubo e faz tudo o que está fazendo.

Podemos ver que não foi uma questão de acordo e que ele conversou com as pessoas de maneira dissimulada e tomando outras atitudes por trás da conversa. No dia seguinte à conversa do dia 16, Wesley não contente com a polemica criada no Facebook, publicou um vídeo no Instagram. A Sra. que conversou com o Wesley é a mãe do vocalista Luiz Fernando que teve que ser levada ao hospital por problemas de pressão alta. Wesley obviamente, não entrou mais em contato. Talvez alguém possa perguntar: Mas porque outras pessoas entravam em contato com Wesley e não os integrantes ? Simples, porque ou ele não nos respondia ou nos bloqueava, mesmo antes das supostas "ameaças".

Ainda sim, ele tomou a decisão de amplificar a difamação, ignorou as tentativas de resolução e publicou o seguinte vídeo no Instagram:

 

Ele se refere ás cenas lamentáveis do Facebook que foram as postadas por ele próprio. Nós conhecemos o Wesley e sabemos que ele esteve visivelmente transtornado, assim como vimos outros que passaram pela banda e foram "aconselhados" por esse mesmo grupo de pessoas que citamos acima.

Estamos postando este vídeo aqui porque possivelmente com um acordo de devolução dos itens, ele apague suas postagens. Mas outras pessoas desse grupo no qual ele provavelmente se juntou já fizeram o download do vídeo e estão replicando em grupos pela internet afora. Ainda sim, esse mesmo grupo que ama dizer que tem "prints" desde muitos anos atrás contra nós, tem tudo isso já em seus arquivos e seguem espalhando suas mentiras, da maneira deles e angariando "juízes" das redes sociais que geralmente condenam sem procurar saber das duas partes. É esse mesmo grupo de pessoas que estão sempre nos posts relacionados e comentando covardemente, seja com insultos, seja com as mesmas insinuações mesquinhas.

Nesse contexto, já tivemos familiares ameaçados, carro quebrado e inúmeros transtornos que estão aumentando cada vez mais e beiram ao risco da nossa integridade física. Essas pessoas que parecem ter como objetivo de vida encerrar com o nosso trabalho, parecem zombar da justiça pois alguns fugiram de serem citados e consequentemente escaparam de processos. Outros que já estão processados cível e criminalmente mas continuam inacreditavelmente comentando e achincalhando nosso trabalho em público, zombam das leis e se auto proclamam super heróis em nome do amor pelos RHCP. Nós daremos um basta nisso e continuaremos SIM vivendo nosso simples sonho de ter uma banda Tributo da nossa banda favorita.

Esclarecido com muito pesar toda essa questão sobre o Wesley, queremos dizer que nós lamentamos sua saída da banda, que não desejamos mal à ele e nenhum de seus familiares e que ele possa ter aprendido com essa situação, assim como nós aprendemos e que sigamos nossas vidas daqui pra frente em Paz.